SAÚDE: 29 Efeitos Colaterais do Clonazepam (Rivotril) o calmante mais usado no mundo

O clonazepam, mais conhecido pelo nome comercial Rivotril, é um ansiolítico utilizado no tratamento da síndrome do pânico. Está disponível em gotas e comprimidos e é um dos remédios mais consumidos no Brasil. Apesar do uso generalizado, o clonazepam pode causar efeitos colaterais graves.

O clonazepam é uma benzodiazepina e aumenta os efeitos do neurotransmissor GABA, que modera o movimento dos sinais no cérebro. O clonazepam aumenta os efeitos do GABA e assim causa a sonolência, letargia e a redução da excitação.

Este fármaco é uma substância controlada pois pode causar dependência. Em 2011 houve mais de 77.000 casos de emergência médica devido ao uso errado de clonazepam (dados dos Estados Unidos).

O clonazepam pode fazer você se sentir sonolento e pode afetar seu julgamento. Até saber os efeitos do clonazepam, não deve dirigir ou operar máquinas.

Perigos do Clonazepam

O clonazepam pode aumentar o risco de comportamentos e pensamentos suicidas. Cerca de 1 em 500 pessoas que tomam clonazepam desenvolvem pensamentos suicidas na primeira semana de tomar o medicamento.

Consulte imediatamente o seu médico se tiver alguns pensamentos de suicídio, automutilação ou mudanças estranhas no seu comportamento como ataques de pânico, depressão, agitação e nervosismo. Amigos ou familiares devem tomar atenção às mudanças de comportamento de pessoas que começam a tomar o medicamento.

Não há estudos que comprovam a eficácia do clonazepam no tratamento de ataques de pânico em pessoas com menos de 18 anos. Idosos também devem ter cuidado com este fármaco.

Pessoas que têm problemas de dependência química ou álcool não devem tomar este fármaco.

Os efeitos colaterais do clonazepam estão associados à depressão do sistema nervoso. Para diminuir os efeitos colaterais o primeiro passo é reduzir a dose.

Efeitos Colaterais Mais Comuns

O clonazepam tem vários efeitos colaterais, estes são os mais frequentes:

  • Ataxia ou falta de coordenação e problemas de equilíbrio
  • Problemas de respiração ou infeções na garganta
  • Perda de interesse sexual e diminuição da libido
  • Mudanças no comportamento
  • Urinar com mais frequência
  • Visão embaçada, borrada e turva
  • Constipação intestinal
  • Diminuição do apetite
  • Aumento da saliva
  • Perda de memória
  • Dores musculares
  • Confusão mental
  • Fadiga e cansaço
  • Agressividade
  • Nervosismo
  • Sonolência
  • Depressão
  • Tonturas

Efeitos Colaterais Graves

Os efeitos colaterais mais graves incluem:

  • Dificuldade em respirar ou engolir alimentos
  • Erupções cutâneas grave ou urticária
  • Inchaço na língua, lábios ou cara
  • Agravamento da depressão
  • Pensamentos suicidas
  • Dores no peito

Dosagem de Clonazepam

O clonazepam está disponível em comprimidos, comprimidos sublinguais dissolventes e gotas.

A dosagem de clonazepam depende da doença e da sua resposta ao medicamento. A dosagem inicial é baixa e o seu médico vai aumentar ao longo das semanas até ter uma resposta satisfatória.

O clonazepam está disponível em comprimidos de 0,5, 1 e 2 mg. Os comprimidos sublinguais contém 0,25 mg e a solução oral 2,5 mg/ml.

A dosagem para tratar síndrome do pânico começa em 0,5 mg por dia, dividida em 2 doses. Depois de uma semana a dosagem pode ser aumentada para 1 mg por dia.

A dosagem para tratar ataques epiléticos começa em 1,5 mg por dia, dividida em 3 doses. O seu médico pode aumentar a dose até 20 mg por dia.

A dose de clonazepam pode ser tomada de uma vez ou dividida em 2 ou 3 doses.

Sobre Dosagem de Clonazepam

Tomar clonazepam em excesso pode causar confusão mental, dormência, falta de reflexos e coma.

Sintomas de Retirada do Clonazepam

Há uma chance de criar dependência depois do uso prolongado do clonazepam. Se isso ocorrer é perigoso parar de tomar o medicamento de uma vez.

Parar de repente pode causar sintomas de retirada como alucinações, câimbras, ansiedade, tremedeira, suor excessivo e problemas de sono.

Clonazepam Durante a Gravidez

É perigoso tomar clonazepam durante a gravidez. Há provas que pode aumentar o risco de defeitos de nascença. Antes de tomar clonazepam avise o seu médico se está grávida ou se pode ficar grávida no futuro próximo.

O clonazepam também não é seguro durante a amamentação.

Interações com Outros Remédios

Há muitos medicamentos que podem afetar o funcionamento do clonazepam e o clonazepam também pode afetar outros remédios que você está a tomar.

É muito importante informar o seu médico de todas as drogas (legais e ilegais), suplementos e plantas medicinais que você toma.

O clonazepam pode interagir com outros medicamentos que afetam o cérebro e o sistema nervoso:

  • Medicamentos para tratar a depressão. Isto inclui alguns inibidores de receptação de serotonina (ISRS) como a fluvoxamina, antidepressivos tricíclicos e inibidores da monoamina oxidase (IMAO).
  • Medicamentos usados ​​no tratamento de convulsões. Inclui a carbamazepina, fenobarbital e fenitoína.
  • Medicamentos usados para tratar doenças mentais. Inclui as fenotiazinas e tioxantenos.
  • Outros ansiolíticos, como o diazepam e alprazolam
  • Medicamentos para dormir
  • Relaxantes musculares
  • Erva de São João, toranja ou gingko biloba

Álcool e Clonazepam

Não beba álcool enquanto toma clonazepam. O consumo de álcool aumenta o risco e a intensidade dos efeitos colaterais da droga.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*