Relembre a historia do maior carnaval do Ceará ,ARACATI

Quando o Aracati-Club era um reduto fechado, freqüentado exclusivamente pela elite aracatiense, a eleição para sua diretoria era uma verdadeira disputa política. Ser presidente do Aracati-Club significava prestígio e liderança na sociedade e na política.

Foram presidentes do Aracati-Club, entre outros que engrandecem a referida galeria, dois dos maiores líderes políticos do Aracati ao seu tempo: Abelardo Costa Lima e Renato Caminha, que combatiam em partidos adversários, um pela UDN e o outro pelo PSD.Depois de um tempo, com a decadência dos clubes sociais, essa eleição para a diretoria do Aracati-Club perdeu a sua importância e o seu interesse político pelo cobiçado cargo.

No entanto, em 1984, quando Abelardo Filho era Prefeito do Aracati, ocorreu uma eleição para presidente do Aracati-Club que fez reviver os velhos tempos.Essa eleição foi disputada pelo então ex-prefeito Kleber Gondim e o Abelardo Gurgel Costa Lima, pai. Este se apresentou como candidato de última hora, pois substituiu o candidato anterior para tentar reverter uma provável derrota. Ela de fato aconteceu, mesmo sendo a chapa apadrinhada pelo prefeito.

O empenho de Abelardo em eleger seu candidato tinha como principal objetivo e real propósito derrotar Kleber Gondim, de quem se tornara adversário político. O interesse pelo cargo de presidente do Clube era o detalhe menos importante. Kleber Gondim mais bem articulado junto aos eleitores – os sócios do Aracati-Club – conseguiu vencer as eleições que aconteceram em Janeiro daquele ano, após prometer um carnaval inesquecível, como foram realmente todos os carnavais do Aracati-Club, independente de quem fosse seu presidente…

 

 

Não se conformando com a derrota para a presidência do Aracati-Club, o prefeito Abelardo Filho planejou, de forma estratégica, o esvaziamento do salão do Aracati-Club, causando assim o fracasso do carnaval do presidente Kleber Gondim como uma forma de desforra… Abelardo Filho não poderia ter tido idéia melhor para perpetrar sua represália. Trouxe para o Aracati, para a praça antiga dos bambus, depois Adolfo Caminha e, popularmente chamada de Praça da Comunicação, um ainda acanhado trio elétrico, comparado aos atuais, com o nome de Lazarão, em homenagem ao seu proprietário, o mossoroense Lázaro Paiva. O povão aderiu à novidade, lotando a praça, cantando e dançando durante os três dias de carnaval, ao som do trio elétrico, os versos do poeta baiano que dizia: “A praça é do Povo como o céu é do avião.” Mesmo assim, o carnaval do Aracati-Club ainda permaneceu por algum tempo e era considerada uma festa animadíssima com seu salão repleto de foliões que brincavam o carnaval ao som de orquestras formadas por músicos genuinamente aracatienses..

Entretanto, a partir daquela data, o carnaval do Aracati jamais seria igual aos carnavais do passado..A consagração e a consolidação definitiva do que viria a ser chamado “Carnaval do Povão”, aconteceu no ano de 1988, quando uma música composta por Régis Campelo e Lázaro Paiva, cantada por Régis Campelo, intitulada de Carnaval do Povão, cujos versos eram cantados naturalmente por todos os foliões, atraídos pela festa carnavalesca que se popularizou em toda a região. Eis, portanto, os versos: “Você, você, você que veio brincar o carnaval aqui em Aracati/ Você, você, você que veio brincar o carnaval aqui em Aracati/ Não poderia ter coisa melhor, um carnaval feito para o povão/ Aracati vai agradecer Abelardo Filho de todo coração/ Não poderia ter coisa melhor, um carnaval feito para o povão/ Aracati vai agradecer Abelardo Filho de todo coração.”

A música se transformou no hino do carnaval do Aracati por muito tempo. Até hoje, aqueles mais saudosistas, quando desembarcam na rodoviária Assis Nogueira, ainda descem dos ônibus cantando o Carnaval do Povão…Ficou então o prefeito Abelardo Filho conhecido como o criador do carnaval do povão que, com o passar do tempo, transformou-se no maior carnaval do Ceará e continua a atrair para a nossa cidade uma multidão de foliões a cada ano. Com a ascensão do novo estilo carnavalesco, a cidade de Aracati tornou-se um dos principais destinos turísticos no período momino do Nordeste.

Até o ano de 1940 0 carnaval de Aracati sempre mantinha a tradição de começar os festejos mominos 15 dias antes da data oficial. No sábado antes do carnaval iniciava com a chegada do Zé Pereira que era um bloco que animava o povão para a abertura do carnaval. Os homens vestidos de trajes que eram: uma túnica branca, onde pareciam com almas, um capuz na cabeça que não dava para conhecer a pessoa que o estava usando e na mão eles conduziam uma tocha de fogo. A animação era por conta da charanga cantando e tocando marchinhas e frevos.Os ensaios dos blocos eram até sexta e no sábado à noite os blocos já desfilavam pela principal rua da cidade Rua Cel. Alexanzito( Rua Grande).Desfilavam pelas ruas principais os blocos: Marújo da Orgia, Cana-Verde, Contradanças de Velhos, As Baianinhas (organizada pela saudosa Maria Baía), As Lanceiras, Odalisca, Bambas da Orgia, Cangaceiro Lampião e Maria Bonita, Malandro do Morro( homenageava a pequena notável Carmem Miranda), Caveira, Os Índios (fundado por Mané Caboclo, depois passou a ser organizado por Chiquinho dos Santos) e As Ciganas. Pela manhã desfilavam os tradicionais Papangus e à noite abriam os clubes; 7 de Setembro, Democrático e o Aracati-Club.

Os foliões jogavam lança perfume nas moças, serpentina e o confete pela manhã, à tarde saiam várias pessoas vestidas de Papangu, logo em seguida vinha Chico de Janes, Geraldo Cirino e uma mulher que se chamava Dora. Também havia um boi que só saia pela parte da manhã, Barra de Aço e Zé Pandeiro eram o boi e a catita e logo em seguida o Cabe Mais Um.

Não podemos esquecer das pessoas que fizeram parte da história do carnaval de Aracati como: Chico de Janes, Dora, Geraldo Cirino, Barra de Aço, Mestre Hermes, Antônio Nogueira Ponciano, dentre outros…

O último bloco de rua a ser criado em Aracati, foi Os Piratinhas da Santos Dumont (Organizado por Lourdinha de Mestre Hermes, composto em sua maior parte por crianças).

Os anos se passaram e o carnaval mudou um pouco, começaram a trazer Trios Elétricos. Antes de começar o falado mela-mela na rua principal, Cel. Alexanzito (Rua Grande) o primeiro bloco a desfilar era o Cabe Mais Um, em seguida vinha o Malandro do Morro, Caveira, Os Índios, As Baianinhas e Os Piratinhas da Santos Dumont. A abertura do carnaval era no domingo com a presença do rei Momo e a Rainha, o primeiro Rei Momo foi Zé Benício, um mês antes do carnaval, eles faziam a festa no clube para escolher o rei e a rainha do carnaval, depois de escolhidos os dois desfilavam no trio elétrico fazendo a abertura do carnaval. Era entregue a chave da cidade e desfilavam três ou mais dias de carnaval. Após a morte de Zé Benício seu sucessor foi Juarez que reinou durante 6 anos, sucedido por Coelho, Mauro Jorge, Netinho, Evandro e Ricardo.

Originalmente eram quantro dias de folia, mas devido a chegada de vários foliões na sexta-feira Aracati ficou com cinco dias de folia. Na quinta-feira saia a Banda Chico de Janes animando a cidade, hoje é o desfile dos blocos alternativos do canaval de Aracati; Bob Esponja, Esquina Dos Artistas, A Praça é Nossa, Ação Reggae, Bloco Boa dentre outros…

Temos também o bloco Universo Negro com os bonecos gigantes confeccionados pelo Artista Plástico, Mestre Hélio dos Santos e o Muqueca de Canoa.

Hoje existe o mela-mela com trios elétricos indo e voltando na Avenida Coronel Pompeu. Pela manhã os foliões curtem o carnaval na praia de Majorlânida, onde é armado um palco para as bandas tocarem, não existe mais o carnaval da Praça da Comunicação.

Contamos ainda com o Bloco dos Loucos que sai na quarta-feira de cinzas da Praça Dom Luís (Praça da Coluna).

Em 2001 o carnaval que era realizado na avenida coronel Alexanzito se mudou para a avenida coronel Pompeu onde se modernizou com grande estrutura de trios elétricos são 4 por noite, dois saindo da rodoviária e 2 saindo do largo da matriz se encontrando na avenida.

Estiveram já no carnaval de Aracati, Elba ramalho, Beto Jamaica,È o than,Olodum, Ricardo chaves, carla visi, Moraes Moreira, Xandy com seu harmonia do samba, entre muitas outras atrações nacionais.

Hoje em dia o maior carnaval do ceara começa numa quarta feira com o carnaval da renovação carismática católica de Aracati, na quinta-feira desfiles dos blocos alternativos na sexta dar-se inicio ao carnaval da avenida no sábado a tarde no centro histórico tem os desfiles dos blocos culturais e o carnaval na praia de majorlandia na quarta-feira de cinzas tem o desfile ao meio dia do bloco dos loucos pelas ruas da cidade.

Há anos o carnaval de Aracati se destaca por ser o maior carnaval do Ceará sempre sendo o município a mais receber foliões nessa data.

Por muitos anos o  slogan foi ( o carnaval do Ceará é aqui). Para 2018, o slogan é Carnaval de Aracati VIVA!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top