Júri aprova primeiras acusações em investigação sobre campanha de Trump e Rússia

 

Um júri federal em Washington aprovou nesta sexta (27) as primeiras acusações na investigação liderada pelo procurador especial Robert Mueller, que analisa possíveis laços entre a Rússia e membros da campanha eleitoral de Donald Trump.

O alvo e o teor das acusações, no entanto, permanecem em segredo por determinação judicial, segundo a CNN, que revelou a informação.

Ainda de acordo com a emissora, há planos para que pessoas envolvidas no caso possam ser detidas já a partir de segunda-feira.

A investigação da procuradoria tem como foco uma possível colusão entre membros da campanha eleitoral de Trump e a Rússia, além de obstrução de justiça praticada pelo presidente, que pode ter tentado impedir ou atrapalhar o prosseguimento do caso, aponta a CNN.

Um dos principais investigados é o ex-coordenador de campanha de Trump, Paul Manafort, que mantém diversas relações comerciais com parceiros russos e participou de reuniões com empresários daquele país durante e depois da época da eleição.

Robert Mueller assumiu a investigação em maio, por indicação do vice-procurador-geral Rod Rosenstein, após Trump demitir o então presidente do FBI, James Comey.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *