Polícia Civil cumpre mandado e prende foragido do caso Dandara, após dois anos

Um homem acusado de participar da morte da travesti Dandara foi preso na última sexta-feira, 15, no bairro Barra Nova, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). As informações são da Polícia Civil, responsável pelo cumprimento do mandado de prisão. O crime aconteceu em fevereiro de 2017.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriu o mandado de prisão contra Francisco Wellington Teles, de 51 anos. O homem era foragido desde março de 2017, quando a 1ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza.

Conforme a Polícia Civil, segundo as investigações, Wellington morava com a companheira em uma casa alugada e trabalhava com conserto de eletrodomésticos. No momento da prisão, ele não esboçou reação.

As investigações referentes ao caso apontaram que Wellington foi o responsável por levar a vítima até o local do crime. Desde então, o homem estava foragido.

O caso

Dandara foi espancada e morta no dia 15 de fevereiro de 2017, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza. Após o espancamento, ela foi levada em um carrinho de mão para um terreno e morta a tiros. O crime foi filmado e divulgado em redes sociais. No total, a Polícia indiciou 10 envolvidos no crime, sendo quatro adolescentes e seis adultos. Dos adultos, cinco foram levados à júri popular, em abril de 2018, e condenados. Restava Wellington.

REDAÇÃO O POVO ONLINE

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: