Sete pessoas eram mantidas amarradas em cativeiro e uma adolescente morre em Pacajus

Uma adolescente sem identificação foi morta e sete pessoas foram encontradas como reféns num cativeiro em Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza, na noite desta sexta-feira (21). 

 

Em entrevista na madrugada deste sábado (22), ao Diário do Nordeste, o delegado André Firmino, da Delegacia de Horizonte, informou que entre os reféns estava uma criança de sete anos, filha de uma pessoa que também estava no local. 

 

As vítimas foram encontradas amarradas dentro de uma casa na cidade. Um casal identificado como Joel Sabino Moreira e Sharle de Santos Nogueira, que estavam dentro da residência armados, foram presos em flagrante pelos policiais.

De acordo com a Polícia Militar, a garota foi executada a tiros no bairro Pedra Branca. Ela foi encontrada com as mãos amarradas e também seria uma das reféns.
Conforme André Firmino, o grupo estava participando de uma confraternização dentro da residência quando o local foi invadido por três homens e uma mulher, que renderam as pessoas, amarraram e amordaçaram. Os suspeitos realizaram uma chamada de vídeo para presos de uma unidade prisional para mostrar os reféns e os detentos indicavam quem deveria morrer. 

Em depoimento, o casal preso informou que a garota foi morta por ser membro de uma facção criminosa rival. A polícia não confirmou a ligação da vítima com facções.

O local do cárcere foi encontrado após a denúncia da irmã de uma das vítimas, que passou características da residência. Os policiais conseguiram identificar o endereço e invadiram a casa.
As vítimas e os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Horizonte, plantonista da região. Joel Sabino Moreira e Sharle de Santos Nogueira foram autuados por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, cárcere privado, associação criminosa e homicídio. 

Equipes da Polícia Militar estão realizando buscas na região para tentar identificar outros dois suspeitos que teriam participado da ação.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: