“Operação Cartas Marcadas” do MP afasta prefeito de Beberibe

Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) afastou o prefeito de Beberibe, Padre Pedro da Cunha (PSD) do cargo na “Operação Cartas Marcadas” na manhã desta terça-feira (18). A operação combate improbidade administrativa na gestão municipal de Beberibe.

Além dos dois mandados de afastamento de cargo expedidos pela 1ª Vara da Comarca de Beberibe para o prefeito, outro foi direcionado para um vereador. Além disso, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão em residências de empresários, funcionários públicos, políticos e em sedes de empresas. Todas as ordens judiciais partem de seis inquéritos civis públicos, em trâmite nas Promotorias de Justiça de Beberibe.

A operação comprovou a existência de fraudes em licitações e preços adulterados para a compra de medicamentos e insumos, como água mineral, para o hospital municipal da região e na prestação de serviços por uma produtora de eventos.

Também estão sendo investigados desvios na finalidade da contratação de um escritório de advocacia e de uma assessoria em licitações, além de atos ilegais no processo licitatório no aluguel do imóvel do pai de um vereador.

“Operação Cartas Marcadas” está sendo realizada Promotorias de Justiça de Beberibe, da Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública (PROCAP), do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e do Núcleo de Investigações Criminais do Ministério Público (NUINC), com o apoio da Polícia Civil.

Afastamento anterior

A Câmara Municipal de Beberibe já havia decidido afastar o Padre Pedro da Cunha na última segunda-feira (10), por um prazo de 90 dias. A motivação do afastamento foi devido a crimes de responsabilidade. Por isso, o município está sob o comando do vice, Tharsio Facó (PPS).

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top
%d blogueiros gostam disto: