Câmara de Beberibe decreta afastamento do prefeito Padre Pedro

O plenário da Câmara Municipal de Beberibe decretou, nesta segunda-feira (10), o afastamento do prefeito Padre Pedro da Cunha (PSD), por um prazo de até 90 dias,  por possíveis crimes de responsabilidade. Com a decisão (11 votos a 2), o vice Tharsio Facó (PPS) assumiu o comando do município.

Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, após a decisão dos vereadores, Cunha afirmou que vai se reunir com advogados nesta terça-feira (11) para avaliar a situação. “Amanhã eu estou com os advogados,  e eles darão alguma notícia”.

A 9ª Sessão Extraordinária da 2ª Sessão Legislativa da 18ª Legislatura tratou especificamente do Processo de Cassação de Mandato PCM n° 2/2018, para apreciação do recebimento da denúncia por parte dos Vereadores, apresentada por Armando Sombra Bonfim e Fabiano Rocha Sousa, sobre “possíveis desvios de conduta na gestão do Erário municipal”. 

Cunha enfrenta uma série de denúncias em Beberibe, como o atraso em três meses do salário de servidores, acúmulo de lixo na cidade e teve uma licitação anulada por várias irregularidades no processo.

Perseguição

Procurado pela reportagem no último dia 6 de dezembro, o prefeito afirmou se tratar de uma perseguição política. “Querem tomar o poder de qualquer jeito. Dizem que estão pensando no município, mas não estão”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: