Hillary Clinton pede voto contra ‘radicalismo e corrupção’ de Trump

 A ex-candidata à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Democrata Hillary Clinton pediu nesta terça-feira, 6, aos cidadãos de seu país que “digam basta” e votem nas eleições legislativas do país contra “o radicalismo, a intolerância e a corrupção” que, segundo sua opinião, caracterizaram a presidência do republicano Donald Trump

“Nos últimos dois anos, vimos como este governo atacou e abalou nossos valores e instituições democráticas. Hoje, dizemos basta”, afirmou Hillary em uma série de mensagens no Twitter.

A também ex-secretária de Estado (2009-2013) sob a presidência de BarackObama ressaltou que “não se trata apenas de votar contra o radicalismo. 

“Votaremos por candidatos fantásticos de todo o país – incluído um histórico número de mulheres – que querem aumentar os salários, lutar pela justiça e ajudar mais gente a ter acesso a serviços de saúde”, acrescentou Hillary, que perdeu as eleições presidenciais de 2016 para Donald Trump, em uma das campanhas mais agressivas da história recente dos EUA, lembrou a agência EFE

As pesquisas desenham um panorama favorável para os democratas na Câmara, onde necessitam ganhar 23 cadeiras para recuperar uma maioria que os republicanos ostentam desde 2011. No Senado, o mapa é menos favorável para os progressistas, que precisam defender mais assentos do que os republicanos, e em Estados especialmente conservadores.

Atualmente, os republicanos têm uma maioria de 51 a 49 no Senado, e segundo as pesquisas, a tendência é seguir assim. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top
%d blogueiros gostam disto: