Candidatos ao Governo do Ceará participam de debate na TV Verdes Mares

Quatro candidatos ao Governo do Ceará participaram na noite desta terça-feira (2) do debate na TV Verdes Mares, em Fortaleza. Durante cerca de 2h15, os candidatos apresentaram propostas para áreas como: segurança, educação, saneamento básico, turismo, economia e sistema prisional e meio ambiente.

Mediado pelo jornalista Luiz Esteves, o debate foi realizado no estúdio da TV. Participaram os candidatos (em ordem alfabética): Ailton Lopes (PSOL), Camilo Santana (PT), General Theophilo (PSDB) e Hélio Góis (PSL).

Participaram do debate os candidatos cujos partidos têm representação na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

O debate teve cinco blocos. O primeiro e o terceiro com perguntas de tema livre; o segundo e o quarto com temas determinados por sorteio na hora do debate pelo mediador; e o último para considerações finais de cada candidato.

Considerações finais dos candidatos, na ordem do sorteio:

General Theophilo (PSDB)
“Eu queria me dirigir a você cearense, nesse momento que nós estamos encerrando praticamente o debate, estamos na reta final da eleição do dia 7, primeiro fazer uma pequena recomendação. Não venda seu voto, seu voto não tem valor. É um crime vender o voto, é um crime comprar o voto. Mas se você vender seu voto, você mais tarde quando estiver na fila do hospital, tiver com seu filho sem educação, aquele dinheiro que foi usado pra comprar seu voto tá faltando ao estado para fazer o atendimento necessário que a população precisa. Essa é uma recomendação que eu gostaria de fazer. E depois, eu queira colocar muito claramente o nosso Ceará. Então, se você vive nesse Ceará da propaganda, nesse Ceará que nós temos tantos quilômetros de rodovias asfaltadas, que é o hub da aviação, que a segurança é a melhor e, se não é a melhor, a segurança é culpa do Governo Federal, que o investimento foi muito grande, que o gasto em segurança é o maior do Nordeste, que a educação é a melhor do pais, esse é o Ceará da propaganda que nós estamos vendo diariamente agora você cearense, se você vive no Ceará real se você tem de baixar o vidro, você tem de sair com o celular do ladrão, se você está nos corredores dos hospitais, se o seu parente está precisando de um stent no coração e só vai receber daqui a a três meses, você que tem o seu filho sem emprego, parado dentro de casa, se falta água no interior e você está vivendo da operação pipa, se sua comunidade precisa desse carro-pipa para água chegar até você, você vive no Ceará real. E esse Ceará real é o Ceará que está na hora de mudar. Chega desse Ceará e se você quer mudar, o momento é esse vote 45. Vote general”

Hélio Góis (PSL)
Me dirijo ao povo cearense para dizer primeiramente que recebi uma missão: parar, frear a esquerda. É um regime de ódio que por onde passou deixou rastro de destruição. O desarmamento sempre precede regimes socialistas e, é por isso, que eu bato tão forte. A proximidade de militares com a esquerda faz exatamente coisas que a gente está vendo na Venezuela. Eu sou a única opção de direita que se apresenta no nosso estado. E a única que vai acabar com a criminalidade e lhe explico: eu sou o único que entende bandido e vagabundo como bandido e vagabundo. Todos os outros, aqui de esquerda, entendem como vítima da sociedade e aí você não entende como vítima, vem, veja, veja as leis que nós temos, complacentes. As políticas públicas que são sugeridas pelas pessoas de esquerda. Querem acabar com a criminalidade com a educação. Quanto tempo leva a nossa educação para surtir efeito? Medidas que serão todas elas, que são defendidas pela esquerda, mas não pela questão da criminalidade. Eu me coloco como opção para o estado do Ceará. Peço já o seu voto no dia 7 para votar para governador de Bolsonaro, que é o único que defende o liberalismo econômico, que é o único que defende o indivíduo. Colocará a salvo o indivíduo em sua segurança pública, em sua segurança hídrica, defendo o individual, defendo inegociavelmente a família, eu não abrirei mão de defender a família e o desenvolvimento do estado. Eu me apresento como a única opção de direita, pedindo a você, cidadão cearense, que aproveite essa oportunidade de ver o homem livre, de bons costumes. Eu não entro num jogo político, num jogo econômico. Estou aqui graças simplesmente a Jair Bolsonaro, que me viu com as credenciais necessárias”

Camilo Santana (PT)
“Primeiro queria agradecer ao Luiz, queria parabenizar ao sistema verdes mares por esse debate, cumprimentar mais uma vez os candidatos e me dirigir a você, que até essa hora ficou acordado assistindo o debate, pra dizer que há quatro anos o povo cearense, você, me deu a oportunidade de governar esse estado. E há três anos e nove meses eu tenho procurado honrar esse voto, trabalhando muito. Assumi o governo em 2015, momento difícil do Brasil. Crise econômica, numa das piores crises que esse país já viveu, crise hídrica no Ceará, anos seguidos de seca. Crise política. Mas nós arregaçamos as mangas, com boa equipe, com trabalho, com diálogo, nós fizemos o Ceará avançar em todas as áreas. Ceará hoje é o estado mais bem equilibrado, é o estado que mais faz investimentos públicos no Brasil, o que me permite construir novas escolas, abrir novas UPAs, construir novas rodovias, ampliar a geração de emprego no estado do Ceará, estado que é há três anos seguidos o mais transparente do país com os recursos públicos. O estado que, para orgulho dos nossos cearenses, é o estado que tem a melhor educação pública do país. Das 100 melhores escolas públicas de ensino fundamental, 82 são do estado do Ceará. Sei que temos muitos desafios, muito problemas a vencer, principalmente na área da segurança. Eu quero continuar agarrado nesse problema para fazer do Ceará também um exemplo nessa área para todo o país. E é por isso, meus irmãos e minhas irmãs cearenses, eu quero aqui pedir o seu voto, o seu apoio, no dia 7 de outubro, falta apenas cinco dias. Nós temos um projeto, nós sabemos como fazer, um Ceará que tem ultrapassado todos os desafios, para que a gente possa fazer o Ceará mais forte, mais moderno, mais humano, com mais oportunidades. Um Ceará que olha para as pessoas mais pobres. Recentemente saiu o resultado. O Ceará foi o estado que mais diminuiu a extrema pobreza no Nordeste brasileiro. São para essas pessoas que nós trabalhamos, são para essas pessoas que nós queremos trabalhar. Então eu peço aqui o seu voto, no dia 7 de outubro vote no 13, Camilo para governador do Ceará”

Ailton Lopes (PSOL)
Boa noite, agradecer a todos e a todos e à condução do Luiz e dizer que a eleição só se resolve no dia 7 de outubro. Então essa história de que o Camilo ajuntou um monte de partidos, o risco que o governador corre é de não poder enfrentar as pautas que a gente colocou aqui no segundo turno. É poder garantir que a água vá para o povo, não para a termelétrica, garantir que o saneamento básico seja prioridade em relação a outras obras pra fazer um turismo de elite. Por isso que a gente pra você votar 50 pra governador; 50 pra presidente, com Guilherme Boulos e Sônia Guajajara; 50500 pra reeleger o nosso deputado Renato Roseno e 50 para todas as candidaturas de deputado estadual e federal que é muito impo importante para o PSOL ter presença no parlamento. E 500 e 505 para os senadores e senadoras porque aqui não tem golpista. Nós não estamos do lado do Eunício porque justamente a gente sabe o crime grave que foi cometido com a ex-presidente Dilma e que isso repercute na saúde, na educação. E é por isso que a gente está aqui pela Marielle, pelas vítimas do Curió, as mães que tiveram seus filhos vítimas de uma chacina violenta e brutal e que infelizmente a gente ainda convive com essa situação porque o estado se ausenta, porque garante a polícia, mas falta saúde, sem educação. Essa política que aparece na TV. Por fim, dizer que estamos aqui os amantes da democracia, e é por isso que as mulheres, os trabalhadores e trabalhadoras, os nordestinos vão poder decidir as eleições. Não podemos admitir que o nosso país se divida em Norte, Sul, mulheres, homossexuais, LGBT e heterossexuais. Nós queremos, como eu disse naquela época, em 2014, que eu era candidato, e disse que “mais amor, por favor”. Chega de preconceito, chega de intolerância, chega de desrespeito. E é por isso que a gente diz Lula livre, pela democracia, ele não, ele nunca, ele jamais. Viva a democracia”

Por G1 CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top
%d blogueiros gostam disto: