Acusados de matar Dandara dos Santos serão levados a juri popular

 

Os cinco acusados no caso Dandara, morta em fevereiro deste ano, foram pronunciados na tarde desta quinta-feira, 30. Eles serão julgados no primeiro trimestre de 2018. A decisão é da juíza Danielle Pontes de Arruda, titular da 1ª Vara do Júri. 

Dandara dos Santos, 42, foi espancada até a morte no bairro Bom Jardim. Crime ganhou repercussão apenas 16 dias depois, quando vídeo da ação, registrado pelos criminosos, viralizou nas redes sociais. 
Foram pronunciados: Francisco José Monteiro de Oliveira Júnior (“Chupa Cabras”), Jean Victor da Silva Oliveira, Rafael Alves da Silva Paiva (“Fael” ou “Buiu”), Júlio César Braga da Costa e Isaías da Silva Camurça (vulgo “Zazá”). 
Os acusados serão julgados pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima, além de corrupção de menores.
 
“Foi uma decisão juridicamente correta. Reconhecedora das provas constantes dos autos, exibidas pelo Ministério Público, durante a instrução criminal”, destaca o promotor Marcus Renan Palácio de Morais. 
Todos os acusados tiveram suas prisões preventivas mantidas. Ainda assim, outras três pessoas envolvidas no crime ainda estão foragidas: Francisco Wellington Telese e Jonatha Willyan Sousa da Silva. Durante o processo, outra decisão será deferida ao suspeito Francisco Gabriel Campos dos Reis, já que faltam alegações finais de defesa. 
Redação O POVO Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *